Redes iberculturaviva   

 
O 1° Encontro de Redes IberCultura Viva será realizado em Buenos Aires, na Argentina, de 30 de novembro a 3 de dezembro de 2016. Durante quatro dias, organizações e representantes governamentais formarão um espaço de intercâmbio para trabalhar temáticas de participação social e cooperação; marco normativo para as políticas culturais; mapas e indicadores; e capacitação em políticas culturais de base comunitária em âmbito ibero-americano. As atividades estão programadas em conjunto com a terceira edição do Encontro Nacional de Pontos de Cultura, que é organizado pelo Ministério de Cultura da Argentina e tem como tema Inovação e criatividade.
  Os participantes, provenientes de 10 países ibero-americanos, entre eles o Brasil, serão distribuídos em grupos de trabalho simultâneos, durante os primeiros três dias do evento. O grupo Participação social e cooperação cultural prevê avançar na construção de uma mesa intersetorial da sociedade civil de acompanhamento do programa IberCultura Viva. Estará formado por integrantes do Comitê Intergovernamental, representantes de redes ibero-americanas de cultura e representantes de governos locais.
  Legislação para as políticas culturais de base comunitária será o tema do segundo grupo, que contará com a presença de representantes governamentais, parlamentares e especialistas que tenham trabalhado nas redações das legislações vigentes de seus países ou cidades. A ideia é colocar em comum os avanços e estimular a criação de novas normas que fortaleçam as políticas públicas da área.
  O terceiro grupo terá dois temas para tratar: a construção de mapas e indicadores e a formação em políticas culturais de base comunitária. O primeiro, que tem como objetivo a constituição de um observatório de políticas culturais de base comunitária, contará com a presença de investigadores e funcionários dos sistemas de informação cultural dos países-membros. Para debater o tema da formação, serão convidados representantes de instituições de formação em políticas culturais de Ibero-América e universidades.  
  Além das mesas temáticas, os participantes poderão conhecer algumas propostas inovadoras em cultura comunitária desenvolvidas nos países ibero-americanos e os resultados dos projetos premiados no Edital IberCultura Viva de Intercâmbio 2015. Também vão poder acompanhar parte da programação do Encontro Nacional de Pontos de Cultura, como a mostra artística das organizações locais e a conferência magistral de Célio Turino, um dos criadores do Cultura Viva brasileiro. No dia 3 de dezembro, será realizada a reunião do Comitê Intergovernamental do programa IberCultura Viva, no qual se poderá avançar sobre o planejamento em curso e formalizar propostas que tenham surgido do encontro.